30/01/2016

Um texto que me descreve e sem barriga!


Aprendi que meninas boazinhas colecionavam 
elogios e presentes. 
Já eu colecionava bolinhas de gude e cicatrizes.
 Hoje, enquanto algumas esperam
 viver um conto de fadas, 
eu já beijei príncipe que virou sapo, 
construí castelos para morar sozinha,
 despedi a fada madrinha, 
escolhi viver com o "lobo", 
ouvi várias histórias, 
mas resolvi escrever a minha.
 (Renata Fagundes)

Eu me encontrei neste texto que achei na net...

********

Mas vocês sabiam que existem vários tipos de barriga? Existe a barriga de grávida, a barriga tanquinho daqueles homens perfeitos musculosos, a barriga de cerveja que pertence aos amantes desta bebida, a barriga negativa, quando em vez de se projetar pra fora ela se projeta pra dentro do corpo, e existe também a dor de barriga, esta todo mundo já teve na vida... kkkkkk... e tem até personagem como o Seu Barriga do Chaves. Enfim, fiz várias frases pra participar da brincadeira da Chica:


O palhaço balança a barriga de pano...

enquanto eu rio até doer a barriga.

Ai quem me dera perder a barriga...

Ter barriga perfeita é um sonho impossível?

Não resisto a uma barriga de gato!

**********

Fui! Beijos nas bochechas!