27/02/2012

É de verdade?



VERDADES

A sua verdade pode ferir.
Existe a sua verdade e a do outro.
Podem ser diferentes
Mas são verdades pra cada um.
Tenha cuidado ao dizer a sua
Procure compreender sem impor
Diga a verdade que contraria sem ofender,
pra não perder a razão.
Não cause aborrecimentos,nem
estabeleça o clima de guerra.
Esconda a verdade que destrói
Uma verdade dita com amor esclarece e acalma.
Saiba falar.Use de moderação.
O outro tem também a sua razão.
O amor que você transparece no rosto
convence mais que a verdade que disser!
(Lourival Lopes)

********

A palavra verdade pode ter vários significados, desde “ser o caso”, “estar de acordo com os fatos ou a realidade”, ou ainda ser fiel às origens ou a um padrão. Usos mais antigos abarcavam o sentido de fidelidade, constância ou sinceridade em atos, palavras e caráter. Assim, "a verdade" pode significar o que é real ou possivelmente real dentro de um sistema de valores. Esta qualificação implica o imaginário, a realidade e a ficção, questões centrais tanto em antropologia cultural, artes, filosofia e a própria razão. Como não há um consenso entre filósofos e acadêmicos, várias teorias e visões a cerca da verdade existem e continuam sendo debatidas.
Para Nietzsche, por exemplo, a verdade é um ponto de vista. Ele não define nem aceita definição da verdade, porque não se pode alcançar uma certeza sobre a definição do oposto da mentira. Daí seu texto "como filosofar com o martelo".
Mas para a filosofia de René Descartes a certeza é o critério da verdade.
Quem concorda sinceramente com uma frase está alegando que ela é verdadeira...
(Wikipédia)


Depois de ler os textos acima,pense comigo.Dizem que a verdade é aquilo que você acredita que seja verdade.Se for assim,cada pessoa pode ter a sua própria verdade,correto?Isso implica também que aquele fato que você sempre acreditou como verdadeiro,na realidade nunca foi verdade.Pior ainda é alguém tentar impor sua própria verdade aos outros,como se fosse a única verdade do mundo e sôbre esta verdade não houvesse a menor sombra de dúvida.Isso vale pra vários aspectos da vida.Aceitar a verdade dos outros pra que os outros respeitem a sua,tornaria o mundo muito melhor do que é hoje.Concordam?

Sem novidades por aqui...Até a próxima!
Beijos nas bochechas!



23/02/2012

Som alto não!!!


Olá,como estão?Como foram de carnaval?
Eu fui pra nossa casa de praia sábado e domingo,pensando em descansar,tomar banho de piscina,caminhar na praia...isso tudo apesar da chuva e também porque eu iria trabalhar na terça.Consegui fazer quase tudo menos uma coisa:sossegar,descansar,dormir.Gente, o que tinha de som alto era inacreditável!A maioria das criaturas mantinham o som num nível suportável,até que chegou um vizinho que faz esquina com nossa casa,aliás esquina com o quarto que eu estava,que só pode ter problemas de audição,traduzindo... deve ser meio mouco!As criaturas deste chalé colocaram o som num nível insuportável!Tá certo que as vezes eles baixavam o volume,mas depois aumentavam de novo.E isso ia noite adentro até madrugada.Quase 24 horas por dia!Não dormi quase nada!Falei com minha irmã pra gente ir lá falar com as tais criaturas,mas ela ficou com medo,achando que estavam todos bebados,aí já viu,né?Quase chamei a polícia.Fiquei revoltada mesmo.Pra encurtar a história,vim ambora pra casa no domingo a tarde.Gente,quando cheguei em casa,que alívio!Tranquilidade total aqui no apê,que silêncio abençoado!!
Como é aí onde vcs moram?Porque aqui virou moda carros com som de arrebentar os tímpanos.Sinceramente,que graça tem isso?Pra começar as músicas são bregas,sem qualidade nenhuma,depois num volume tão alto que até as portas tremem,sem brincadeira,não estou exagerando não.Não dar pra ver TV,não dar nem pra conversar direito,como é que estas criaturas conversam?Por sinais e aos berros?Só pode ser.Entrei num site que falava sôbre este assunto:

Som alto é crime; limites já constam de lei ambiental
  (Redação 24 Horas News)

A prática é comum; muitos nem percebem os prejuízos que causam aos seus semelhantes. O excesso de som é crime e pode provocar danos à saúde das pessoas. Em Cuiabá, uma equipe de fiscalização trabalha dia e noite para tentar coibir os exageros, que acontecem nas ruas, praças, estabelecimentos comerciais e até em residências.
Nos finais de semana, o telefone do Disk Silêncio recebe, em média, 80 reclamações de som alto a cada noite. Em muitos casos, os fiscais precisam de apoio da Polícia Militar para realizar o trabalho, devido a resistência dos infratores. "Geralmente isso ocorre em locais públicos, postos de combustível, bares, onde os envolvidos estão alcoolizados e não aceitam a ordem para baixar o som. Alguns até nos agridem", relata o fiscal Ademir Gomes de Moura.
Nos locais onde é constatado o exagero, os aparelhos são apreendidos e um auto de infração é lavrado. Tudo é encaminhado à Delegacia de Meio Ambiente (Dema), que abre um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) para investigar o caso.
Segundo o delegado João Henrique de Brito Santos, em média, três procedimentos são iniciados por semana. "São infrações de menor potencial ofensivo e de solução mais rápida. Na maioria das vezes, em uma semana conseguimos ouvir os envolvidos e encaminhar o procedimento ao Juizado Volante Ambiental - Juvam.
O perfil dos envolvidos é parecido. A maioria é homem com até 40 anos. Mas algumas mulheres também já foram flagradas cometendo imprudências.
O delegado lembra que os aparelhos apreendidos também são encaminhados ao Juvam e não são devolvidos ao infrator; desta forma, o número de reincidentes é pequeno. "É muito raro termos reincidentes. Eles vêm aqui, querem os aparelhos, mas não devolvemos. Já percebemos que, se forem devolvidos, esses infratores voltam a cometer o crime no mesmo dia". Somente por decisão judicial os aparelhos podem retornar para o proprietário.
...
Durante a fiscalização as equipes utilizam um equipamento denominado decibelímetro. O limite aceito depende da localização. Na área residencial, o máximo permitido é de 50 decibéis (dB) no período diurno e 45 dB à noite. Já no perímetro comercial, o limite é de 60 dB, em qualquer período. Já nas áreas industriais é de 70 dB. Próximo a igrejas, hospitais, escolas, casas de repousos, as restrições são maiores. Mas, na prática, nem sempre os limites são respeitados.
...
Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 210 mil pessoas morrem todo ano no mundo de ataques do coração provocados por barulhos.
Para se ter uma idéia do som que chega aos seus ouvidos, a intensidade de um liquidificador ou de um aspirador de pó varia entre 80 e 90 dB. Já de uma balada, em ambiente fechado, de 120 dB.
A exposição em ambientes com este volume por muito tempo pode trazer danos irreparáveis à audição. A perda auditiva começa mais cedo, mas não ocorre de imediato, podendo levar de 10 a 15 anos.

Que tal apresentar os fones de ouvido pra esta turma?Afinal ninguém é obrigado a ouvir o que não quer ouvir.E a liberdade de um termina quando começa a do outro,certo?O que vcs acham disso?

17/02/2012

Bom Carnaval!!


Agora é Carnaval

Agora tudo que se vê
são corações pulsando como bateria.
Vem para misturar o juízo,
para disfarçar a solidão
no bloco da eterna esperança.
Fantasias e ilusões,
onde estrelas são confetes
e o carnaval também se faz poesia.
Vem o carnaval escondendo a tristeza
atrás de máscaras coloridas,
fascinio alucinante de liberdade,
que rompe os laços e
num passe de magia transforma
gente comum em reis e rainhas.
Olhando de longe as alegorias
o mundo agora é uma fantasia, e
Em meio à explosão do ritmo,
do perfume, suor e alegria,
desfila agora o bloco das letras,
tamborilando esta patética poesia.
(Sônia Schmorantz)


Oi Gente!Leti andou meio ruim por estes dias,foi medicada e agora está melhor.
Já eu vou trabalhar terça e quarta de carnaval e vou tentar aproveitar a praia a partir de amanhã.
Desejo um bom carnaval a todos,com muita animação pra quem gosta e com um bom descanso pra quem não gosta(eu).Sabem o que eu acho bonito no carnaval?O colorido e a beleza das fantasias e também a alegria genuína,aquela que é como a felicidade:vem lá de dentro de nós!

Beijos coloridos nas bochechas!

12/02/2012

Flores pra você!


Flor do jardim, flor que deveria
ser da primavera,mas que preferiu
enganar as estações.

Leve flor carregada pelo vento.
E nele desliza como que em
delicada dança.

Flor que teve por par a brisa.
brisa que acalmou o vento,
do som que se escondia no silêncio,
dos segredos que, embora ditos,
somente foram ouvidos
pelos que tinham ouvidos de ouvir,
pois que escutavam com a alma,
pois que conheciam os caminhos do coração.

Flor que é delicadeza no botão,
e esplendor no seu momento mágico.

Flor que decora o circo da vida,
onde os pecados convivem com as virtudes,
onde o perdão os liberta,e os transforma em sementes renovadas.
(Gilberto Brandão Marcon)

O velho e a flor
Por céus e mares eu andei,
Vi um poeta e vi um rei
Na esperança de saber
O que é o amor.

Ninguém sabia me dizer,
Eu já queria até morrer
Quando um velhinho
Com uma flor assim falou:

O amor é o carinho,
É o espinho que não se vê em cada flor.
É a vida quando
chega sangrando aberta
em pétalas de amor.

Fonte: Vinícius de Morais



As rosas

Nada como ser rosa na vida.
Rosa mesmo,ou rosa mulher.
Todos querem muito bem a rosa.
Quero eu,e sei que você também quer.
Ser rosa,tão delicada.
Tão perfumada.
Queria eu ser.
Rosas ,como as rosas.
As mais cheirosas.
Como nunca ninguém sentiu...
(Anônimo)



As fotos são minhas!E sem mais novidades pra contar....
Beijos nas bochechas com cheiro de flores!

05/02/2012

Pra Refletir...


PRISIONEIROS E LIBERADOS

Paixão e amor não são a mesma coisa, apesar do parentesco. Alguns acreditam que todo amor inicia com uma paixão, outros que as paixões são efêmeras e que os amores são pra sempre, enfim, há verdades ao gosto do freguês. A minha verdade, que não é lá muito original, é a seguinte: a maior diferença entre a paixão e o amor é que a paixão escraviza e o amor liberta, o que parece contraditório, pois geralmente nos apaixonamos quando estamos livres e começamos a amar depois de comprometidos.
A paixão escraviza porque te torna refém do telefone, do correio eletrônico e demais sinais sonoros e visuais de reciprocidade.
O amor liberta porque tem certeza do sentimento do outro, e se não tem, ao menos tem certeza do próprio sentimento, e isso faz com que a gente gaste o nosso precioso tempo pensando em outras coisas igualmente importantes, como trabalho, viagens, leituras e amigos.
A paixão escraviza porque te faz planejar cada frase dita e cada decote escolhido.
O amor liberta porque está dominado. Não precisa forjar as provas da sua existência. Não corre risco de terminar apenas porque ela está acima do peso e ele está com a camiseta furada. O amor acontece por dentro.
A paixão escraviza porque corre contra o relógio: a qualquer momento, o outro pode descobrir que não somos tão bacanas assim e tirar o time.
O amor liberta porque ultrapassou o tempo do "qual é o seu ascendente?" e tem o tempo inteiro do mundo para gastar com parceria, trocas profundas de idéias e carinhos, e muito silêncio compartilhado sem cobrança.
A paixão escraviza porque a concorrência é acirrada, toda a torcida do Flamengo quer se apaixonar e o prazo esgota no sábado.
O amor liberta porque é raro, exige intimidades maiores do que ficar juntos apenas numa festa, exige cumplicidade e dedicação, e como nem todos estão a fim deste esforço, passam batido por aquele ou aquela que poderia ser o amor eterno deles, mas que é todo seu.
(Encontrei sem autor)

E vocês o que preferem?Paixão ou amor?
Pra mim o ideal é uma boa mistura dos dois!

Adorei isso:



Por aqui a vida segue sem grandes novidades.
Por isso vou terminando o post por aqui mesmo.
Beijos nas bochechas!