13/10/2012

Post duplo...de novo!

 
Por muito tempo achei
que a ausência é falta.
E lastimava,ignorante,a falta.
Hoje não a lastimo.
Não há falta na ausência.
A ausência é um estar em mim.
E sinto-a,branca,tão pegada,
 aconchegada nos meus braços,
que rio e danço e invento
exclamações alegres,
porque a ausência assimilada,
ninguém a rouba mais de mim.
 
Carlos Drummond de Andrade
 
 
Oi pessoas!Um post duplo de novo hoje.
Além dos versos acima,que quando li me identifiquei imediatamente,
tem a resenha do livro "A Última Música" que acabei de ler,essa vai pra o Skoob...
 
Eu gostei!O autor fez um dramalhão neste livro,misturando adolescentes rebeldes que não se acham,pais separados com a cabeça cheia de problemas e doença terminal,sim,aquela doença terrível:o câncer.Aí eu chorei mesmo,meus pais morreram assim,então não deu pra segurar.Mas pra amenizar tudo... o amor!Amor paternal principalmente,mas também um namorado que gosta de verdade da personagem principal,não é aquela de "ficar" apenas.E tem outro tipo de amor também:a amizade.E pra fechar com chave de ouro,a procura por Deus,por uma existência mais espiritualizada e por fim... música tocada em um piano...E claro!Um final feliz!Sim,é possível ser feliz mesmo com todos os percalços da vida.Vou terminar o post com trechos que grifei no livro e que divido com vocês:
 
"Tenho fé de que Deus irá lhe mostrar a resposta.Mas é preciso entender que,às vezes,leva um tempo pra conseguir reconhecer o que Deus quer que façamos.É assim que frequentemente acontece.A voz de Deus é geralmente nada mais que um suspiro;e você tem que estar muito atenta para conseguir ouvi-la.Mas há raros momentos em que a resposta é óbvia e parece soar tão alta em nossos ouvidos como um sino de igreja."
 
"Deus é o amor em sua forma mais pura...A presença de Deus está em todo lugar,em todos os momentos,e é sentida,em um momento ou outro,por todas as pessoas."
 
A vida,entendeu,era bem parecida com uma música.No começo,há mistério,e no final,confirmação,mas é no meio que reside a emoção que faz com que a coisa toda valha a pena."
(A última música de Nicholas Sparks)
 
Editando as 21h:Eu ganhei um mimo real(um alfineteiro) no sorteio que fazia parte da festa de niver da Casinha da Taty!Adorei!Valeu Taty e parabéns pela Casinha!Esta é lembrança da festa:
 
 
 Beijos nas bochechas e até o próximo post!