sábado, dezembro 19, 2015

Boas Festas!



"Sonhe, busque, espere... 
ame e seja amado!
 Deixe sua alma voar alto... 
pegar carona com os fogos coloridos. 
Mentalize seus desejos mais íntimos e acredite:
 eles também chegarão ao céu. 
Irão se misturar às estrelas, 
irão penetrar no Universo
 e voltarão cheios de energia 
para tornarem-se reais. 
Basta você querer de verdade, 
ter fé e nunca, 
NUNCA desistir deles! 
Boas Festas e que seu ano 
seja pleno de bênçãos e realizações."

********
Gente,vou fazer uma parada básica
 de fim de ano aqui no blog.
Volto em 2016! Até lá!
Beijos nas bochechas!

sábado, dezembro 12, 2015

Nunca deixar de sentir...


Eu quero crescer. Juro, quero mesmo. 
Quero aprender línguas que não sei. 
Quero conhecer novas culturas, povos, lugares. 
Quero me desapegar do velho.
Quero não me fechar para as mudanças e para o novo.
Quero não acumular rancores nem alimentar mágoas. 
Quero aprender a me pedir desculpa. 
Quero abandonar algumas saudades. 
Quero aprender a conviver com o que 
não posso modificar. 
Quero me mover mais e mais
 e mudar o que está ao meu alcance. 
Quero pouco e quero muito.
 Quero nada e quero tudo.
Quero esquecer o que precisa ser esquecido. 
Quero nunca deixar de sorrir. 
Quero aprender a descascar laranja.
Quero perder o medo de trovão. 
Quero ir. E vir. 
Mas nunca, nunca mesmo,
 deixar de sentir.

Clarissa Corrêa

Oi Gente!Ganhei um selinho de Natal da amiga Small Sandra:



Obrigada!Beijos nas bochechas!

sábado, dezembro 05, 2015

O lado de dentro...


… Podem saber da nossa história, 
do nosso passado, 
dos erros presentes, 
das crises presentes, 
das alegrias presentes,
 mas não do que trazemos dentro. 
Ninguém sabe o que somos dentro.
Enxergam, escutam, opinam. 
Mas eles não sabem.
 Eles pouco, ou nada , sabem de nós.
Falar pode esvaziar alguma tristeza, 
sorrir pode nos proporcionar 
a possibilidade de compartilhar uma alegria,
 abraçar pode curar um coração partido,
 um orgulho ferido, 
um sentimento colocado no lugar errado.
As pessoas conhecem a nossa versão, 
o nosso lado, as nossas queixas, 
mas não a nossa essência. 
Pouca gente sabe como a gente
 convive por dentro,
 sente, e é. De verdade.
Apenas nós levamos na bagagem da vida 
a nossa melhor parte,
 e o nosso mais bonito lado:
 o de dentro. (Bibiana Benites)

sábado, novembro 28, 2015

O olhar adulto


Lá vão pelo caminho a mãe e a criança, que vai sendo arrastada pelo braço - segurar pelo braço é mais eficiente que segurar pela mão.Vão os dois pelo mesmo caminho, mas não vão pelo mesmo caminho. Blake dizia que a árvore que o tolo vê não é a mesma árvore que o sábio vê. Pois eu digo que o caminho por que anda a mãe  não é o mesmo caminho por que anda a criança.  

Os olhos da criança são como borboletas, pulando de coisa em coisa, para cima, para baixo, para os lados, é uma casca de cigarra num tronco de árvore, quer parar pra pegar, a mãe lhe dá um puxão, a criança continua, logo adiante vê o curiosíssimo espetáculo de dois cachorros num estranho brinquedo, um cavalgando o outro, quer que a mãe veja, com certeza ela vai achar divertido, mas ela, ao invés de rir, fica brava e dá um puxão mais forte, aí a criança vê uma mosca flutuando inexplicavelmente no ar, que coisa mais estranha, que cor mais bonita, tenta pegar a mosca, mas ela foge,seus olhos batem então numa amêndoa no chão e a criança vira jogador de futebol, vai chutando a  amêndoa, depois é uma vagem seca de flamboyant pedindo pra ser chacoalhada, assim vai a criança, à procura dos que moram em todos os caminhos, que divertido é andar, pena que a mãe não sabe andar por não ter os olhos que saibam brincar, ela tem muita pressa, é preciso chegar, há coisas urgentes a fazer, seu pensamento está nas obrigações de dona de casa, por isso vai dando safanões nervosos na criança... se ela conseguisse ver e brincar com os brinquedos que moram no caminho, ela não precisaria fazer análise... 

A mãe caminha com passos resolutos, adultos, de quem sabe o que quer, olhando pra frente e para o chão.Olhando para o chão ela procura as pedras do caminho, não por amor a Drummond, mas para não dar topadas, e procura também as poças de água, não porque tenha se comovido com o lindo desenho do Escher de nome Poça dágua, uma poça de água suja na qual se refletem o céu azul e os ramos verdes dos pinheiros, ela procura as poças pra não sujar o sapato. A pedra do Drummond e a poça de água suja do Escher os adultos não vêem, só as crianças e os artistas...


A mãe não nasceu assim. Pequenina, seus olhos eram iguais ao do filho que ela arrasta agora. Eram olhos vagabundos, brincalhões, que olhavam as coisas para brincar com elas... Mas aí a mãe foi sendo educada, numa caminhada igual a essa, sua mãe também a arrastava pelo braço, e quando ela tropeçava numa pedra ou pisava numa poça de água, porque seus olhos estavam vagabundando por moscas azuis e cachorros sem-vergonha, sua mãe lhe dava um safanão e dizia: "Olha pra frente, menina!"

"Olha, pra frente!" Assim são os olhos adultos. Olhos não são brinquedos são limpa-trilhos. Servem para abrir caminhos na direção do que se deve fazer. Assim eram os olhos daquela minha amiga que os usava pra cortar cebola sem cortar o dedo, até que, um dia, o olho que morava dentro de seus olhos se abriu e ela viu a beleza maravilhosa do vitral translúcido que mora nas rodelas de todas as cebolas, e ela tanto se espantou com o que via que pensou que estava ficando louca...

Coitados dos adultos! Arrancaram os olhos vagabundos e brincalhões das crianças e os substituíram por olhos ferramentas de trabalho, limpa-trilhos. Assim eram os olhos daquele meu amigo médico: não viam nem as orquídeas nem as árvores que estavam dentro de seu consultório. Seus olhos eram escravos do dever. E ele não percebia que as coisas ao seu redor eram brinquedos que pediam ao seus olhos: "Brinquem comigo! É tão divertido! Se vocês brincarem comigo, eu ficarei feliz, e vocês ficarão felizes..." (Rubem Alves)



Veja o mundo num grão de areia, 
veja o céu em um campo florido,
guarde o infinito na palma da mão, 
e a eternidade em uma hora de vida! 
(William Blake)

sábado, novembro 21, 2015

Como pintar um pássaro


Pinte primeiro uma gaiola com a porta aberta.
Em seguida pinte alguma coisa graciosa,
alguma coisa simples, alguma coisa bonita, 
alguma coisa útil ... ao pássaro.
Depois, coloque a tela contra uma árvore
no jardim, no bosque ou na floresta
e esconda-se atrás da árvore sem dizer nada,
sem se mexer.
As vezes o pássaro chega logo,
mas pode levar muitos, muitos anos
até se resolver. Não desanime, espere.
Espere, se preciso, durante anos.
A velocidade ou a lentidão da chegada do pássaro,
não tem a menor relação com a qualidade da pintura.
Quando ele chegar (se chegar)
 mantenha o mais profundo silêncio,
espere que ele entre na gaiola.
 Depois que entrar, feche lentamente a porta com o pincel.
Aí então apague uma por uma todas as varetas.
(Cuidado para não esbarrar em nenhuma pena do pássaro.)
Finalmente pinte a árvore, reservando o mais belo
 de seus ramos ao pássaro.
Pinte também a verde folhagem e a doçura do vento,
a poeira do sol, o rumorejo dos bichinhos
 da relva no calor da estação.
Depois aguarde que o pássaro se decida a cantar.
Se ele não cantar, mau sinal: sinal de que
 o quadro não presta.
Mas bom sinal, se ele canta: sinal de que
 você pode assinar o quadro.
Então retire suavemente uma pena do pássaro
e escreva o seu nome a um canto do quadro.
******
De Jacques Prévert (1900-1977)
Tradução-homenagem: Carlos Drummond de Andrade


sábado, novembro 14, 2015

Exuberância é beleza!


Hoje estou exuberante
estou poroso de poesia
como o liberto
recém saído da cadeia.
Eu canto
valorizo o sol
valorizo a chuva
valorizo o homem que passa.
Há uma graça em tudo
em tudo há uma graça
no colorido dos vestidos das mulheres
no andar das crianças
nas frutas das barracas
em tudo há uma graça
no jardim da praça
nas flores do jardim.
Hoje estou exuberante
estou poroso de poesia...
(Solano Trindade)

Oi gente! Participando do BC da Chica (39)!!

Minha frase:

Aproveite a vida torne-a exuberante e feliz!!!

*********

PS: Super triste e chocada com as notícias ruins na TV...
Nossa... Em Paris e aqui no Brasil...
E Chica, espero que você volte logo, viu??
Um abraço!!


sábado, outubro 31, 2015

Saudades...


Sinto saudades de tudo que marcou a minha vida.
Quando vejo retratos, quando sinto cheiros,
quando escuto uma voz, quando me lembro do passado,
eu sinto saudades...

Sinto saudades de amigos que nunca mais vi,
de pessoas com quem não mais falei ou cruzei...

Sinto saudades da minha infância,
do meu primeiro amor, do meu segundo, do terceiro,
do penúltimo e daqueles que ainda vou ter, 
se Deus quiser...

Sinto saudades do presente,
que não aproveitei de todo,
lembrando do passado
e apostando no futuro...

Sinto saudades do futuro,
que se idealizado,
provavelmente não será do jeito 
que eu penso que vai ser...

Sinto saudades de quem me 
deixou
 e de quem eu deixei!
De quem disse que viria
e nem apareceu;
de quem apareceu correndo,
sem me conhecer direito,
de quem nunca vou ter a 
oportunidade de conhecer.

Sinto saudades dos que se foram 
e de quem não me despedi direito!

Daqueles que não tiveram
como me dizer adeus;
de gente que passou na calçada contrária da minha vida
e que só enxerguei de vislumbre!

Sinto saudades de coisas que tive
e de outras que não tive
mas quis muito ter!

Sinto saudades de coisas
que nem sei se existiram.

Sinto saudades de coisas sérias,
de coisas hilariantes,
de casos, de experiências...

Sinto saudades do cachorrinho que eu tive um dia
e que me amava fielmente, 
como só os cães são capazes de fazer!

Sinto saudades dos livros que li 
e que me fizeram viajar!

Sinto saudades dos discos que ouvi 
e que me fizeram sonhar,

Sinto saudades das coisas que vivi
e das que deixei passar,
sem curtir na totalidade.

Quantas vezes tenho vontade de encontrar 
não sei o que...
não sei onde...
para resgatar alguma coisa 
que nem sei o que é e nem onde perdi...

Vejo o mundo girando
 e penso que poderia estar sentindo saudades
Em japonês, em russo,
em italiano, em inglês...
mas que minha saudade,
por eu ter nascido no Brasil,
só fala português, embora, 
lá no fundo, possa ser poliglota.

Aliás, dizem que costuma-se usar sempre a língua pátria,
espontaneamente quando
estamos desesperados...
para contar dinheiro... fazer amor...
declarar sentimentos fortes...
seja lá em que lugar do mundo estejamos.

Eu acredito que um simples
"I miss you"
ou seja lá como possamos traduzir
 saudade em outra língua,
nunca terá a mesma força
 e significado da nossa palavrinha.

Talvez não exprima corretamente
a imensa falta
que sentimos de coisas
ou pessoas queridas.

E é por isso que eu tenho mais saudades...
Porque encontrei uma palavra
para usar todas as vezes
em que sinto este aperto no peito,
meio nostálgico, meio gostoso,
mas que funciona melhor
do que um sinal vital
quando se quer falar de vida
e de sentimentos.

Ela é a prova inequívoca
de que somos sensíveis!
De que amamos muito
o que tivemos
e lamentamos as coisas boas
que perdemos ao longo da nossa existência...
(Clarice Lispector)

*******

 Eu tinha que postar este texto de novo, 
é perfeito pra participar da BC da Chica (37)....


Minhas frases:

Sinto saudades quando lembro de algo inesquecível.

Aqueles que amamos deixam saudades quando partem.

Saudades da minha mãe, pai, casa, gatinha...

****
Beijos nas bochechas!

sábado, outubro 24, 2015

Oi gente!

Entusiasmo é quando o coração da gente 
fica todo florido de Deus.
(Ana Jácomo)

O pensamento tem poder infinito.
Ele mexe com o destino, acompanha a sua vontade.
Ao esperar o melhor, você cria uma expectativa positiva
 que detona o processo de vitória.
Ser otimista é ser perseverante, é ter uma fé inabalável 
e uma certeza sem limites de que tudo vai dar certo.
Ao nascer o sentimento de ENTUSIASMO, o universo aplaude
 tal iniciativa e conspira a seu favor,
 colocando-o a serviço da humanidade.
Você é quem escreve a história de sua vida
 - ao optar pelas atitudes construtivas - 
você cresce como ser humano e filho dileto de DEUS.
Positivo atrai positivo.
Alegria chama alegria.
Ao exalar esse estado otimista, nossa consciência desperta
 energias vitais que vão trabalhar na direção de suas metas. 
Seja incansavelmente otimista. 
Faz bem para o corpo, para a mente e para a alma.
É humano e natural viver aflições, só não é inteligente 
conviver com elas por muito tempo.
Seja mais paciente consigo mesmo,
 saiba entender suas limitações.
Sem esforço não existe vitória.
Ao escolher com sabedoria viver sua vida com otimismo, 
seu coração sorri, seus olhos brilham e a humanidade 
agradece por você existir.
(outro texto que encontrei sem o autor)

*******
Voltei a participar do BC da Chica (36):

Minhas frases:

Meu entusiasmo é maior que meu medo.

Com muito entusiasmo enfrento dificuldades e desafios.

Entusiasmo quer dizer: "Em Deus", inspiração divina!

*********
Beijos nas bochechas com muito entusiasmo!


sábado, outubro 10, 2015

Ser criança é tudo de bom!


Oi gente! Hum... falar de minha infância é bom demais, que época boa! Eu só tinha que estudar e brincar, não tinha nenhuma outra preocupação na vida. Me lembro que quando chegava da escola, por volta de meio-dia, sempre dava uma passadinha no vizinho, onde morava 2 amigas, pra ver "O Sítio do Pica pau Amarelo" porque lá em casa não tinha TV. Minha melhor brincadeira era imaginar: cenários, imaginar amigos e amigas, imaginar brincadeiras. O quintal lá de casa era enorme, cheio de arvores frutíferas: tinha goiabeira, bananeira, pé de carambola, etc. E sempre tinha um gato meio clandestino porque papai não gostava de gatos. Foi lembrando deste tempo que lembrei também das antigas brincadeiras de infância, que hoje saíram de moda. Olha algumas delas aí:

Amarelinha: Tá, mas eu chamava de academia. Fazíamos o desenho com giz, a pontaria para atirar a pedra dentro do desenho e o equilíbrio contavam muito. 


Pular corda: Brincadeira perfeita! Pulando devagar no começo e depois acelerava, não podia pisar na corda.

Olha estas outras: Queimada, esconde-esconde, quente ou frio, passa-anel, elástico, estátua, bambolê...ah sim! andar de patins! E colecionar figurinhas adesivas naqueles álbuns que comprávamos na banca de jornal. Adoleta, brincar de "casa, nome e lugar" que consistia em pegar lápis e papel e achar nomes próprios, nomes de países, de frutas, todos começando com "A" ou outra letra qualquer... Puxa vida, e ainda tinha as cantigas de roda! Além das bonecas, joguinhos de tabuleiro e os comes e bebes... Eu adorava um refrigerante chamado grapete que tinha sabor de uva. Ah sim,eu tinha um velocípede!


Olha as cantigas:

"O cravo brigou com a rosa...

Marcha soldado, cabeça de papel...
Se não marchar direito vai preso pro quartel....

Criança feliz, quebrou o nariz
Foi pro hospital tomar sonrisal...

Ciranda, cirandinha
Vamos todos cirandar
Vamos dar a meia volta
Volta e meia vamos dar...

Terezinha de Jesus
Deu uma queda foi ao chão...."

Ah!E por favor não atire o pau no gato,tá?
Isso tudo porque estou de novo participando da BC da Chica(34):


Minhas frases:

Minha infância foi feliz e bem aproveitada.

Brinquei e imaginei muito na minha infância.

******
Como foi a infância de vocês?
Beijos nas bochechas!

sábado, outubro 03, 2015

Vivenciando o que há de bom...


E que assim seja! Mas o que é vivência? É o conhecimento adquirido através da experiência vivida. Não é lido, não é contado, é experimentado. Nada melhor que ter experiências de vida, é assim que a gente aprende, cresce e amadurece. Estas vivências tanto podem ser boas como ruins, pois aprendemos com cada uma delas. Espero que minhas vivências me tornem uma pessoa melhor a cada dia que passa.
"Quando se é jovem, 10% de nossas vidas é vivência e 90% são sonhos.Na maturidade, se reservados 10% para os sonhos, está de bom tamanho, desde que os 90% restantes sejam de meras lembranças que se traduzam por sabedoria." (Luiz Roberto Bodstein)
E de onde veio esta palavra? Lá da BC da Chica(33)!!


Minha frases:

Vivência é experiência de vida, é viver!

Minha vivência se traduz  no que sou.

*********

Vamos vivenciar muito!
Beijos nas bochechas!

sábado, setembro 26, 2015

Post 3 em 1: primavera, eclipse e gente sapeca!

Chegou a estação mais linda e colorida do ano!
Bem vinda primavera! Vou curtir bastante!

E na passagem do domingo (27) para segunda-feira (28) ocorre mais um eclipse total da LuaDe acordo com a Nasa, o fato é tão raro que ocorreu apenas cinco vezes ao longo do século 20, sendo que a última foi em 1982. Depois deste domingo, o fenômeno só deve se repetir em 2033.
No Brasil a Lua começa a escurecer por volta das 22h ganhando uma coloração avermelhada, conhecida como Lua de Sangue. Cerca de uma hora depois, o astro estará completamente eclipsado só voltando ao normal por volta de 1h30 da segunda-feira. Haverá também uma superlua, a segunda do ano e que será a mais próxima da superfície terrestre. As superluas ocorrem porque a órbita do nosso satélite natural é elíptica. Isso faz com que exista um ponto chamado de perigeu, em que a Lua fica literalmente mais próxima da Terra. A impressão que temos em dias como este domingo é de que ela esteja 30% mais brilhante e 14% maior do que o normal.  (Fonte:Jornal do Brasil)

Eu não perderei este espetáculo no céu! E vocês?

***********
E agora brincando no BC da Chica, com a palavra:


Sapeca quer dizer uma pessoa que é agitada, barulhenta, brincalhona e também danada. 
Desta vez comecei a brincar mesmo com esta palavra e olha no que deu:

Os filhos do vizinho são muito sapecas.
O mais sapeca, adolescente, brinca de médico.
A brincadeira sapeca é com a prima.
A prima sonsa na verdade é sapeca.
Claro que até o cachorro é sapeca.
Eu sapeco, tu sapecas, ele sapeca, enfim...
É bom ser sapeca, animamos a vida!

Kkkkkkk...

Melhor parar por aqui...
Beijos nas bochechas!

sábado, setembro 19, 2015

O ciclo da vida e a iniciativa

  Existem tempos onde à vida faz florir... 
Onde a respiração é tranquila, profunda; 
Onde os passos seguem uma ordem de harmonia,
de rumos seguros.
 Existem tempos onde o sorriso é fácil
 e os olhos reluzem a luz da vida. 
Tempos onde o sono é reparador
 e o despertar é sinceramente aguardado. 
Tempos onde a água jorra farta e 
o verde da grama cintila sob o sol das manhãs. 
Tempos de abraçar, amar e simplesmente ser. 
Tempos de descanso depois de uma longa jornada, 
de uma grande batalha. 
Tempos onde as mãos do Criador pousam macias
sobre o teu ser, sobre o teu destino, trazendo a guarda, 
a cura e a alegria para todos os teus males. 
Tempos de confiança, de centramento,
 de promessa realizada. 
Tempos de flores sobre a mesa, de lençóis secando ao sol. 
Tempos de graças e de profundos agradecimentos... 
Tempos onde percebes que tudo valeu à pena, 
para que neste momento tu chegasses 
e nele pudesses sentir o que é estar pleno. 
Descansa Criança, acolhe os presentes que a vida traz. 
São teus e necessários para fortalecer o teu ser. 
Sim, isto também passará e novamente 
virão outros desafios, outras batalhas a céu aberto e tu,
 tu estarás pronto para sentir, 
viver e aprender com cada um deles.
 Este é o ciclo da vida. Sê bem vindo, pois ele é belo e é teu. 
Guarda-o contigo e desfruta, 
pois aprender a ser o que realmente és
exige coragem, confiança, determinação 
e um amor sem fim para contigo mesmo.
(Desconheço o autor)

*****
 Este texto é a cara de meu fim de semana!
E neste ciclo da vida existem aqueles momentos que precisamos de iniciativa!
Iniciativa é ter ânimo e disposição natural 
para fazer alguma coisa.
Estou dentro do BC da Chica (31):



Minha frase:
Seja o primeiro a fazer, tenha iniciativa!

Beijos nas bochechas!



sábado, setembro 12, 2015

Mudar é preciso!

Oi gente! Quem me acompanha há algum tempo aqui neste cantinho sabe que 2015 me trouxe muitas mudanças, foi realmente um ano novo pra mim. Mudei de residência logo no início do ano, de local de trabalho logo depois e até de carro. Mudanças materiais são sempre bem vindas, mas as melhores mudanças são as interiores, as pessoais, mudar a nós mesmos. Somos pessoas cheias de falhas mas com muita vontade e fé mudaremos para melhor! Olha o que encontrei por aí:

Muda-se o ser, muda-se a confiança;
Todo o mundo é composto de mudança,
Tomando sempre novas qualidades.
Continuamente vemos novidades,
Diferentes em tudo da esperança;
Do mal ficam as mágoas na lembrança,
E do bem, se algum houve, as saudades.
Luís de Camões


Não reclames, nem te faças de vítima;
Antes de tudo, analisa e observa;
A mudança está em tuas mãos,
Reprograma tuas metas,
Busca o bem e viverás melhor,
Embora ninguém possa voltar atrás e
fazer um novo começo,
Qualquer um pode começar agora 
e fazer um novo fim!
Chico Xavier


O primeiro passo para a mudança é a aceitação.
 Uma vez que você aceite a si mesmo, 
você abre a porta para a mudança.
 Isso é tudo o que você tem que fazer. 
Mudança não é algo que você faz, 
é algo que você permite.
Will Garcia

Seja a mudança que você quer ver no mundo.
 Mahatma Gandhi


Esta ultima frase de Gandhi é clássica!
 E olha as minhas frases dentro do BC da Chica (30):


Fiz uma frase no plural mas fiz também 2 frases no singular...

É preciso adaptar-se as mudanças da vida!

Uma mudança dar trabalho mas traz renovação.

Faça uma mudança naquilo que te incomoda.

**********

Beijos nas bochechas!

sábado, agosto 29, 2015

Com muita fé este cantinho completou 4 anos!!

Mas você sabe o que é fé? Fé é uma palavra que significa "confiança", "crença",  "credibilidade". É um sentimento de total crença em algo ou alguém, ainda que não haja nenhum tipo de evidência que comprove a veracidade da proposição em causa. O termo "fé" surge em algumas expressões populares e também no contexto legislativo. Alguns exemplos: "Fazer fé": acreditar em alguém ou em algum ato; ter esperança. "Dar fé": afirmar como verdade. "Boa fé" : forma de agir honestamente, sem quebrar um compromisso. "Má fé": agir de forma intencional para prejudicar terceiros.
E aí me lembrei imediatamente da música do Gilberto Gil:

Andá com fé eu vou
Que a fé não costuma faiá
Que a fé tá na mulher
A fé tá na cobra coral
Oh! Oh!
Num pedaço de pão

A fé tá na maré
Na lâmina de um punhal
Oh! Oh!
Na luz, na escuridão

A fé tá na manhã
A fé tá no anoitecer
Oh! Oh!
No calor do verão...

A fé tá viva e sã
A fé também tá prá morrer
Oh! Oh!
Triste na solidão...

Mesmo a quem não tem fé
A fé costuma acompanhar
Oh! Oh!
Pelo sim, pelo não...

Andá com fé eu vou
Que a fé não costuma faiá...

*********
Fé é a palavra da vez... Mais uma música que lembrei:
"Fé na vida, fé no homem, fé no que virá..., nós podemos tudo, 
nós podemos mais, vamos lá fazer o que será..."

E lá na BC da Chica (28):


Minha frase:

Impossível viver sem fé, ela é indispensável!

Beijos nas bochechas!

sábado, agosto 22, 2015

Melhor é blogar!


"Talvez eu seja um pouco de tudo que já li. 
Um pouco de tudo que meu olhar já aprendeu do mundo. 
Um pouco das belas músicas. 
Um pouco daqueles que me são queridos.
Um pouco de múltiplos sentimentos e algumas fraquezas. 
Talvez eu seja um pouco do que você deixou em mim,
mas em essência, o muito da minha essência, é algo delicado e misterioso…
(Rubem Alves)

Tava com saudade de postar algo de Rubem Alves...

Mas o post continua com a BC da Chica (27):


Fiquei pensando... e acabei bolando 4 frases:

Melhor que chocolate, só café ou sorvete!

Feliz quem tem uma verdadeira melhor amiga.

Melhor a dura verdade que mentiras piedosas.

O melhor da vida é ser Feliz!


Beijos nas bochechas!