sábado, maio 31, 2014

Aline voltou outra vez!


ALINE  E O TÚMULO ABANDONADO

No dia seguinte,Aline levantou-se mais cedo.Arrumou algumas coisas que ia precisar em uma bolsa grande e foi avisar a Dona Filó que ia pra casa do pai.Dona Filó nunca gostava quando ela fazia isso.Aline sentia que não era bem por causa de ciúmes,mas alguma coisa em relação à casa.Não conseguia entender, já que a maldição acabara e tudo estava bem agora.A não ser a descoberta do tal túmulo...

Ao chegar lá,mal podia conter sua curiosidade.Largou a bolsa em cima do sofá e contornou a casa em direção ao quintal.Este era totalmente cercado por um muro alto,mas o terreno que Raul lhe falara ficava depois do muro.Era um lugar sombreado,com muitas árvores altas e frondosas que formavam um teto de folhas sobre sua cabeça.A vegetação rasteira cobria seus pés.Era um local silencioso também: nenhum canto de passarinho,nenhum inseto,silêncio total! Até o vento soprava fraco ali.Aline teve a impressão de estar isolada do mundo,sentiu como se tivesse dado um salto pra trás no tempo e a cada passo a sensação crescia.

Demorou um pouco pra que ela encontrasse o túmulo.Na verdade,era uma pequena lápide tumular,quebrada e coberta de fungos e líquens.Será que Raul quebrara a lápide ao tropeçar nela?Curvou-se e apanhou a lápide,mas por mais que tentasse não conseguia ler o nome gravado lá.Só distinguia a letra "P" e uma data:1850.Sentia uma certa opressão no peito,mas só tinha uma coisa a fazer.Levou a lápide até o tanque de lavar roupa da casa e tomando uma escova tratou de escová-la.Aos poucos conseguiu juntar as letras e ler:

Philomena Garcia Marques

1850 - 1885

Aline sentiu um arrepio.Era quase o nome da avó Filó!Com a diferença do sobrenome que viera de seu avô, o nome de Dona Filó era: Filomena Marques de Oliveira!

Alguém a chamou na sala,era Seu Pedro:

- Aline você viu aquela pá grande?Estou precisando dela.

- Não, não vi.Seu Pedro preciso lhe perguntar uma coisa.

- Pois diga, menina.

- Só um minuto! 

Aline volta ao tanque pega a lápide e entra triunfalmente na sala.Seu Pedro tem um sobressalto e fica pálido:

- Aline,o que você anda aprontando menina? - disse ele tremendo.

- Eu quero saber quem é - disse ela com voz firme - Filomena Garcia Marques que está enterrada aqui nos fundos do terreno desta casa.

- Eu não... - balbuciou Seu Pedro.

- Ela é de minha família Seu Pedro? Porque foi enterrada aqui e não no cemitério da cidade?Ninguém cuida do túmulo, eu nem sabia de sua existência!

- Acho que devia falar com sua avó - Seu Pedro parecia recuperado do susto - Se alguém tem que te contar é ela e não eu!

- Mas o senhor sabe, não é? Me diga!

Seu Pedro senta-se lentamente no sofá, Aline o acompanha e coloca a lápide no chão.

- Tudo que sei é que ela era a avó de sua avó Filó - disse ele depois de uma pausa - Foi ela que construiu esta casa e aqui morreu ainda jovem e de maneira muito estranha...

- Morreu como?

- Ah! Eu não sei,tudo que sei já lhe contei! - disse Seu Pedro quase gritando,levantou-se e saiu.

- Seu Pedro o senhor sabe de mais coisas!Me conte!

- Eu não!Vou procurar a pá e a Senhorita coloque esta lápide onde a encontrou!

Aline fez mais que isso.Pegou uma enxada,retornou ao terreno e limpou ao redor do túmulo.Colocou a lápide no local original da melhor maneira que pôde.Nesse mesmo dia retornou a casa da fazenda.Encontrou Dona Filó sentada na cozinha:

- Já voltou? - disse quando viu a neta.Aline dá um beijo na testa da avó.

- Vó, precisamos ter uma conversa séria.A senhora sabe por que fui na casa de papai hoje?

- Por que você adora aquilo lá!

- E a senhora não né? Por que?

- Apenas não gosto e pronto!

- Explicação pouco convicente - diz Aline - sabe o que descobri lá hoje?

Dona Filó pareceu apreensiva.

- Descobri o túmulo de sua avó - continuou ela.

Se Aline tivesse jogado uma bomba de São João na cozinha não teria provocado uma reação tão grande na avó.Dona Filó ficou paralisada,mais branca que a blusa que usava.Com uma força que Aline a julgaria incapaz um momento antes,Dona Filó se levanta e diz com raiva:

- Quem lhe autorizou a remexer no passado?

CONTINUA...

Tomara que vcs gostem deste conto.Na próxima semana tem o final!
Por aqui tudo caminhando,sem grandes novidades.
Beijos nas bochechas!

domingo, maio 25, 2014

Um dos meus animais preferidos:Os gatos!


Participando da Semana Colorida da Anne Lieri,aliás,adorei este tema!

Curiosidades sôbre gatos:
  1. Existem cerca de 250 raças de gato-doméstico, cujo peso variável classifica a espécie como animal doméstico de pequeno a médio porte. Assim como cães com estas dimensões, vive entre quinze e vinte anos.
  2. Na cultura humana, o gato figura da mitologia às superstições, passando por personagens de desenhos animadostiras de jornaisfilmes e contos de fadas. Entre suas mais conhecidas representações, estão os gatos: TomFrajolaManda-ChuvaGato FélixGaturroO Gato de Botas e Garfield.
  3. Os gatos domésticos atuais são uma adaptação evolutiva dos gatos selvagens. Cruzamentos entre diferentes espécimes os tornaram menores e menos agressivos aos humanos.Os gatos foram domesticados primeiramente no Oriente Médio nas primeiras vilas agriculturais do Crescente Fértil.Os sinais mais antigos de associação entre homens e gatos datam de 9 500 anos atrás e foram encontrados na ilha de Chipre.
  4. Registros encontrados no Egito, como gravuraspinturas e estátuas de gatos, indicam que a relação desse animal com os egípcios data de pelo menos 5 000 anos. Elementos encontradas em escavações indicam que, nessa época, os gatos eram venerados e considerados animais sagrados. Bastet (Bast ou Fastet), a deusa da fertilidade e da felicidade, considerada benfeitora e protetora do homem, era representada na forma de uma mulher com a cabeça de um gato e frequentemente figurava acompanhada de vários outros gatos em seu entorno.
  5. As gatas costumam ter os pelos mais lustrosos e brilhantes do que os machos, em contra partida elas costumam soltar mais pelos do que os gatos, principalmente nos períodos do início do cio. Os gatos tricolores ou de até quatro cores são normalmente fêmeas; quando são machos, são estéreis.
  6. Os seres humanos e os gatos têm limites similares de audição em baixa frequência, que devem rondar os 20 Hz. Já na escala de alta frequência, os gatos têm ampla vantagem, alcançando os 60 kHz, superando até mesmo os cães. Os gatos podem ouvir até duas oitavas acima dos humanos (20 kHz) e meia oitava além dos cães. Quando detectam um som, as orelhas do gato imediatamente voltam-se para o ruído.
  7. O miado é uma forma que os gatos criaram para se comunicar com humanos. Em estado selvagem, gatos raramente miam, usando marcas odoríferas e arranhões para marcar território e avisar outros gatos de que estiveram ali.
Frases e imagens com gatos:


O melhor exercício para um gato é outro gato.(Jo e Paul Loeh)


Sois o Grande Gato,vingador dos deuses e juiz das palavras,chefe dos chefes supremos e governador do círculo sagrado; Sois na verdade...o Grande Gato.(Inscrição no Sepulcro Real em Tebas,Egito)


Lá está ele deitado,sonhando,ronronando e,ocasionalmente,mudando as patas de posição em um extâse de prazer acolchoado.Parece a encarnação de todas as coisas macias,sedosas e aveludadas,uma composição sem arestas,um sonhador cuja filosofia é dormir e deixar dormir.("Saki" Hector Hugh Munro)


Gatos são como música: é inútil explicar seu valor para aqueles que não sabem aprecia-los.(desconheço autor)


Os gatos inventaram a auto-estima.(Erma Bombeck)



E esta era a gatinha mais linda e fôfa do mundo...minha gatinha Leti! No mês que vem completará 1 ano de sua partida para o céu dos gatos...Minha companheira de vida por mais de 20 anos,pena que os gatos não vivem pra sempre...Chorando aqui...
Beijos nas bochechas!

segunda-feira, maio 19, 2014

Muito Cute!!! Post de imagens...

Pra começar a semana com um imenso sorriso por causa de tanta fofura junta:


Ah mamãe,como é bom ficar aqui assim...


Ooohhh....Fofura pura! E tão branquinho....


Casal apaixonado....


Pensando na vida...


Ooohhhhh....


Na falta da mamãe fico com sua mão...


Ficaremos sempre juntos irmão!!

Família ternura!

As imagens são da net e estão em um dos meus painéis do Pinterest!
Um excelente semana!Beijos nas bochechas!

quarta-feira, maio 14, 2014

Voltei de novo!


Para viver de verdade, pensando e repensando a existência, para que ela valha a pena, é preciso ser amado; e amar; e amar-se. Ter esperança; qualquer esperança.Questionar o que nos é imposto, sem rebeldias insensatas mas sem demasiada sensatez. Saborear o bom, mas aqui e ali enfrentar o ruim. Suportar sem se submeter, aceitar sem se humilhar, entregar-se sem renunciar a si mesmo e à possível dignidade.Sonhar, porque se desistimos disso apaga-se a última claridade e nada mais valerá a apena. Escapar, na liberdade do pensamento, desse espírito de manada que trabalha obstinadamente para nos enquadrar, seja lá no que for.E que o mínimo que a gente faça seja, a cada momento, o melhor que afinal se conseguiu fazer." 

Lya Luft


Oi gente!Demorou mais voltei!Me bateu aquele desanimo outra vez...mas hoje curtindo um dia de chuva e de folga em casa,resolvi colocar este cantinho em dia.

No trabalho,o concurso foi suspenso por causa de vários recursos dos candidatos,isso quer dizer que minha transferência vai demorar mais.E no novo apê,as coisas estão indo devagar e quase sempre.Hoje me disseram: ainda bem que vc não está pagando aluguel,só esperando este apê ficar pronto...e eu pensando,graças a Deus que não tenho pressa,porque o que já apareceu de problema e erros...Só Deus na causa!Estou redobrando a paciência.

Terminei de ler o segundo livro de Guerra dos Tronos,tenho mais 2 pra ler.A estória é muito envolvente,as vezes fico chocada com alguns trechos porque são violentos mesmo,mas no geral vale a pena.Estou lendo agora "Inferno" de Dan Brown,estou no comecinho,mas pelo jeito será eletrizante como os outros livros dele.

Vocês estão animadas pra copa?Eu ainda não.Tem obras nas ruas daqui que ainda não terminaram,estamos num sufoco danado no trânsito por causa disso.Tomara que depois fique o benefício de um trânsito um pouco melhor pra nós...No mais tudo bem.Beijos nas bochechas!